Sobre

Essa página é dedicada a explicar melhor o objetivo do Cultura de Valor e quem é Claudio Machado, fundador do site.

Escolha qual das três formas você deseja me conhecer

Uma (não tão) breve história sobre mim +

Carioca, casado com uma paraense, tenho uma filha potiguar e moro em Natal-RN. Típico brasileiro que não aceita os limites das bandeiras e fronteiras! Aos 14 anos troquei minha bicicleta em uma guitarra, e ali começou minha ligação com a arte e o empreendedorismo, que perdura até hoje por caminhos que, aos poucos, você vai conhecer melhor por meio deste site.

Quando se toca por lazer é legal, todos gostam, mas no dia que você vira para a família e diz: vou viver de música… bom, depois de ouvir as clássicas: “arrume um emprego e leve isso como segundo plano” ou “você é tão inteligente, faz um concurso público!” Passei por um grande dilema.

Em partes eles tinham razão, pois passei num concurso aos 17 anos. Por outro lado não teve jeito: a arte, sempre inquieta, nunca ficou em segundo plano, e depois de muito pensar achei uma solução meio termo: ser professor universitário de música. Estável, na área que amo, parecia perfeito! Fiz graduação na área, e investindo na carreira acadêmica, sonhando (e trabalhando) para chegar ao dia em que viveria só disso…

Mas depois de concluir a faculdade não aguentei resolvi ir para o mercado, pois não aguentava mais passar o dia sem fazer o que amo! Nesse momento vi a grande carência de gestão de negócios no campo cultural, e como trazia na bagagem os conhecimentos de contabilidade, gestão, administração e direito adquiridos do tempo de estudos para concurso, passei a atuar com leis de incentivo, captação de recursos e produção. Foi muito bom, os resultados vieram rápido, e pude ver como o conhecimento aplicado da maneira correta faz diferença na carreira criativa. Aqui me encontrei, abandonei a ideia de ser professor universitário, até que…

…em 2012 tive o privilégio de fazer uma Especialização em Gestão Cultural promovida pelo MINC/FUNDAJ/UFRPE, que contou com a coordenação de José Marcio Barros, Isaura Botelho e Paulo Miguez, além de professores do calibre de José Miguel Wisnick, Albino Rubin, Humberto Cunha, Alexandre Barbalho e muitos outros ícones do setor cultural. Foram nove módulos, um em cada estado do Nordeste: uma experiência única! De novo me balancei pela carreira acadêmica, mas um belo dia vejo uma publicação na Central de editais que mexeu profundamente comigo:


Oi, bom dia, meu nome é Mariana e eu tô precisando de ajuda com a minha mãe, acho que você pode me ajudar.  Eu tenho tentado de tudo pra que ela aceite que eu queira ser artista, meu sonho é ser desenhista, também gosto de aquarela, também de algumas técnicas de colagens, mas quero mesmo ser desenhista e quem sabe também consigo ser escritora, só que diferente, juntando algumas técnicas que já pesquisei.


Eu preciso só que alguém converse com ela sobre como é bom e importante ser artista, eu já tentei, não consigo e fico bem triste toda vez que ela me tira o material que eu tenho pra usar e fazer minhas coisas.


Se você não puder conversar com ela, pode me dar algum link que mostra alguém legal falando que se dedicar as artes não é ruim e também que mostre como as pessoas ficam tristes sem fazer o que gostam.


Antes eu até queria entender ela, mas tô começando a ficar triste e com raiva.


Eu gosto muito da sua página e também fico esperando aparecer algum concurso pra minha idade, se eu ganhasse algum reconhecimento eu acho q ela poderia melhorar comigo


Fiquei abalado. Eu havia passado por algo semelhante, não podia ficar de braços cruzados e aceitar que essa história continuasse a se repetir. É essa realidade que quero mudar, é isso que me move! Nesse momento tive a convicção da minha missão:

“Ajudar artistas e criativos a viverem dignamente de sua arte”

Havia (há) duas grandes barreiras nas carreiras artísticas a serem superadas: a ausência de uma gestão eficiente de negócios criativos e a falta de geração de valor nas suas produções. Para buscar uma solução para estes problemas mais uma vez fui buscar conhecimento, mas agora no marketing e no ecossistema Startup: Canvas, mapa de empatia, curva de Valor, Lean Startup, MVP, estratégia do oceano azul, Pareto, Conrado Adolpho, Camila Porto e muitos outros fizeram parte das minhas leituras por um bom tempo, até entrar no sangue. Junto aos projetos que elaborava passei a incluir estes conhecimentos e a prestar consultorias para a gestão de carreiras. Deu certo (e muito).

Escolhi a internet como meio para compartilhar todo esse conhecimento, pois é onde posso, como diz Rafaela Cappai, ficar só a um bit de distância de você.

Essa foi a melhor forma que encontrei para alcançar mais pessoas, e enfim chegar ao Cultura de Valor, um espaço voltado a difundir conhecimento e ajudar artistas a viverem de sua arte de forma digna e sustentável.

Seja bem vindo, a casa é sua!

Fique à vontade, é um prazer lhe conhecer!

Volte sempre, um forte abraço 🙂

Claudio

Quem dizem que sou +

Ao invés de encher essa página descrevendo o que eu já fiz, me veio uma ideia: é muito melhor definir quem sou por outros olhares!

Convidei alguns ilustres companheiros de jornada para contarem a vocês quem eu sou (incluindo defeitos e virtudes).

Essa também é uma maneira de estar rodeado de bons amigos nesse espaço! Sou grato a cada um pelas gentis palavras!

Confesso que me redescobri em alguns aspectos após ler os breves comentários sobre mim.

Os comentários estão logo abaixo.

Se também quiser contribuir para esta seção envie o comentário para claudio@culturadevalor.com.br

Seja bem vindo, a casa é sua!

Fique à vontade, é um prazer lhe conhecer!

Volte sempre, um forte abraço

Claudio

Cláudio Machado é, antes de qualquer outra coisa, uma pessoa gentil e leal. Persegue seus objetivos com firmeza e sensibilidade, tendo abertura para incorporar a fala do outro. É muito querido.

Isaura Botelho
Isaura Botelho Consultora e pesquisadora da Cultura

Cláudio Machado é uma daquelas pessoas, felizmente, irrequietas. Disposto na busca de conhecimento e da forma de aplicá-lo, sempre com visão empreendedora e ânimo para compartilhar seu desenvolvimento com os que seguem o mesmo caminho de fomentar e difundir nossos bens artístico-culturais. Com quem tive, e tenho, o prazer de seguir trocando fichinhas de saber.

Scilla Gabel
Scilla Gabel Consultora em Projetos Culturais

Claudio Machado é um homem criativo e dinâmico. Busca inovar em seus atos e aproveitar da melhor forma possível as oportunidades profissionais que surgem a sua frente. Mas, não pense que ele não tem defeitos, Claudio é muito teimoso, no entanto, sua teimosia é convertida em perseverança, o que gera bons frutos.

Érica Lima
Érica Lima Diretora de produção - TVU/RN

A política cultural do nosso país precisa de pessoas comprometidas e de livre iniciativas em prol do fazer cultural através de processos democráticos, Claudio Machado é um desses pilares que sempre faz seus questionamentos e contribuições pensando no profissionalismo do setor e que contribui com suas ações para o processo democrático da gestão cultural.

Renato Remigio
Renato Remigio Consultor UNESCO/MINC

Claudio Machado é um gestor cultural comprometido com as suas raízes e com a diversidade cultural. Tem uma visão bastante interdisciplinar da produção cultural, o que lhe permite perceber suas dinâmicas de forma mais próxima do público e da produção simbólica.

Ana Paula do Val
Ana Paula do Val Pesquisadora e Urbanista

Cláudio, tu és o Rio Grande do Norte, isto é, és as paisagens que convivemos durante o nosso curso, com suas dunas, seus sons e, principalmente, com este teu grande compromisso com a produção musical de tua terra. Tu és Cláudio, um amigo e um profissional que nos enche de alegria, uma vez que o que vimos compartilhando pela vida afora, extrapolou em muito a fronteira do curso. E hoje podemos garantir que você  nos fez compartilhar a necessidade constante da seriedade e da profissionalização dos agentes e gestores culturais através de uma ótica bastante dialética e promissora. Você como amigo e como gestor cultural muito ajudou a mim e a toda nossa turma a unir o amor à cultura, com a garantia de sermos éticos e bastante profissionais. Você tem sido um dos nossos melhores exemplos da aplicação do aprendido durante o Curso. Você nos auxilia constantemente pelo face, inclusive, em promover notícias e informações sempre com bastante conhecimento de causa e, acima de tudo, com o eterno compromisso que assumistes com o teu Estado e com todo o nosso querido Nordeste.

Jefferson Linconn
Jefferson Linconn Assessor de Equipamentos Culturais - FUNDARPE/SECULT

Cláudio sempre deu importantíssimas contribuições para o setor musical da nossa entidade e isso foi ficando cada vez mais presente, até que ele passaria rapidamente de músico para alguém com um conhecimento muito vasto indo de montagem de palco até desenvolvimento de projetos culturais. Claudio amadureceu muito e ficou rapidamente sendo um importante conhecedor da nossa cultura. Apesar de sua agenda estar lotada com esses afazeres culturais, ele tem me ajudado no que diz respeito ao direcionamento artístico na minha carreira musical. Confio no seu conhecimento técnico! Cláudio vem trabalhando de uma forma muito clara, objetiva e significativa para a cultura, sua sensibilidade artística é algo incrível fazendo com que ele desenvolva com mais precisão seu trabalho.

Nara Costa
Nara Costa Cantora

Cláudio? Não posso defini-lo com poucas palavras, mas, deixarei aqui algumas impressões da sua pessoa, que tive a honra de conhecer quando cursamos em Recife o nosso famoso Curso de Gestão Cultural. Cláudio é uma pessoa séria, aplicada, muito inteligente e acima de tudo um cidadão de respeito. Demonstra um especial gosto pelas artes e envereda pelo mundo maravilhoso da música, o que nos parece ser sua predileção.

Odinelha Targino
Odinelha Targino Gerente do Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão

Não é fácil o exercício de descrever alguém. Duelamos entre o racional e o afetivo, suprimindo adjetivos, destacando pronomes, intensificando verbos... Porém, falar sobre o amigo Cláudio Machado é também falar sobre bom senso em suas ações. Tive a oportunidade de conhecê-lo no Curso de Formação de Gestores Culturais dos Estados do Nordeste e presenciei sua luta particular para realizar o curso. Com determinação e racionalidade, Cláudio superou os obstáculos e conseguiu, com êxito, calma e coerência, finalizar a especialização. Parabéns, Claudio, não apenas pela finalização de curso, mas também pelo comportamento que tem diante da vida.

Hérrisson Fábio Dutra
Hérrisson Fábio Dutra Analista - FUNDAJ